CONTEÚDO

Leia nossos artigos e webinars

Imagem: Probiótico para tilápia-do-nilo desenvolvido em parceria com o Instituto de  Pesca e a Biocamp, contou com apoio do Conexão.f

Probiótico para tilápia-do-nilo desenvolvido em parceria com o Instituto de Pesca e a Biocamp, contou com apoio do Conexão.f

A aquicultura nacional ganha mais uma novidade: o Colostrum Aqua. Lançado durante a 13ª edição da Aquishow Brasil, evento realizado de 21 a 23 de maio, no Instituto de Pesca (IP-Apta), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, localizado em São José do Rio Preto (SP), o produto é um aditivo probiótico indicado para tilápia-do-nilo, em qualquer fase do ciclo produtivo, que promove o equilíbrio da microbiota intestinal, a melhora do desempenho zootécnico, imunoestimulante e aumenta a eficiência da utilização de proteínas.
O Colostrum Aqua, que, apesar de recém-lançado, conquistou o terceiro lugar na categoria Sustentabilidade do Prêmio Inovação Aquícola, da Aquishow, será comercializado pela Biocamp e foi desenvolvido pela equipe de pesquisadores especialistas em Sanidade, do Instituto de Pesca, com financiamento da Fapesp. O intermédio entre a empresa e o IP-Apta foi realizado pelo Conexão.f e também contou com a atuação do Núcleo de Inovação Tecnológica do IP (NIT-IP) e Núcleo de Inovação Tecnológica Fundepag (NIT Fundepag).
Ao longo de quatro anos de pesquisa científica, foram testadas bactérias probióticas para tilápia e três delas foram selecionadas, por mostrarem sobrevivência na presença de sais biliares, baixo pH e capacidade de inibir os microrganismos patogênicos por meio de substâncias antimicrobianas. As tilápias alimentadas com ração contendo o probiótico também demonstraram melhor desempenho zootécnico de crescimento, imunidade e conversão alimentar.
A equipe do Conexão.f auxiliou no passo a passo para que cepas bacterianas pudessem ser licenciadas para o desenvolvimento de produtos pela Biocamp. Assim, o Colostrum Aqua é o primeiro lançamento resultado do contrato de licenciamento e transferência de tecnologia desenvolvido pelo IP-Apta.
Com a intensificação da produção aquícola, o segmento encontra desafios para manter a produtividade e o controle sanitário. Diante desse cenário, a utilização de aditivos, como os probióticos, mostra-se cada vez mais como uma opção viável e eficiente na prevenção de doenças, além de melhorar o desempenho de crescimento dos peixes. Por isso, as constantes pesquisas na área e lançamentos de produtos como o Colostrum Aqua são essenciais para o mercado.
O probiótico já está registrado como aditivo no Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) e em breve estará disponível para venda.

A inovação aberta atua novamente

Para além de todo o trabalho das equipes e profissionais envolvidos, a novidade também deixa em evidência um outro ponto: a atuação do conceito de inovação aberta na prática, que pode ocorrer de diferentes formas, como projeto em colaboração, contratação de um serviço, transferência de tecnologia, por meio da interação com institutos de pesquisa, universidades, startups ou outros atores. Venha conferir nosso conteúdo sobre o tema.
Com a inovação aberta, é possível oferecer uma variedade de serviços para destravar o potencial de inovação das empresas de qualquer porte e maturidade.
Conte com o Conexão.f nessa jornada.